sexta-feira, 26 de março de 2010

fase final

O sol nasceu mais uma vez.
Acordei, tomei café e fiz tudo que sempre faço pela manhã, mas quanto tempo me resta para viver?
É difícil saber, mas esse drama é iminente, mais cedo ou mais tarde perderemos nossos parente por fim nós mesmos. Quanto medo dentro de nós, quanto receio.
Ouvi hoje, aqui em Campinas, uma reportagem que tratava exatamente de altruismo para com os paciêntes em fase final. Na reportagem o repórter destacou o fato de os profissionais de saúde levam cães para passar o dia com essas pessoas. Duas pessoas falaram com suas vozes debilidatas quão agradável era aquela visita.
Então pensei todos nós um dia estaremos na mesma situação, não somos eternos, de termos pessoas em estágio final, já perdi todos avós, tios e sempre foram trajicas as partidas.
Na faze final o que podemos fazer para amenizar a dor? acredito que mesmo que soframos é importante que estejamos presentes, pois acho que mais um confortno para o doente, pois assim não vai sentir-se tão só e sua fase final mais digna.
Um dia estará nesta situação, nos dar mais medo, mas é importante parar para pensar sobre.
O dia corrteu e agora a luz se vai com a luz do sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário