quinta-feira, 4 de outubro de 2012

A vida

A vida não cessa de passar.
Quem pode parar e cristalizar a vida?
Não podemos prever o que nos acontecerá no amanhã,
pois não temos domínio nem certeza do que virá.
Pode nos acontecer algo de maravilhoso,
mas também algo de impiedoso.
Cada instante que se passa em minha vida,
tenho plena certeza que é um tempo
subtraído. Nosso tempo está passando,
por isso não devemos perder tempo
com coisas futéis, preocupações com o amanhã.

A vida é uma caminhada curta
sobre dunas onde nossas pegadas
são apagadas pelo vento tão brevemente.
Tudo na vida é tão passageiro.

Muitas vezes não percebemos
e deixamos que a vida 
passe sem empolgação sem amor.

Muitas vezes vivemos no mundo
platônico, vivemos crendo
na mediocridade de nossas vidas
sem crer que as mudanças ocorrem no dia-a-dia.

O vento sopra e nossas pegadas
somem da areia...
O amanhã é inseguro demais,
não nos pertence, nem o ontem.
A única coisa que tempos é o momento
presente em que acontecem as coisas.
é o fogo que queimando correm
em direção a bomba e a explosão....

Somos grãos de areia levados
ao vento...

A vida costuma ser traiçoeira,
mas vale a pena ser vivida.

Vale a pena ver cada aurora,
cada pino do meio dia,
cada crepúsculo,
cada lua cheia,
cada desabrochar da flor,
cada coisa simples
como o riso da criança,
uma grande amizade...

Ah, a vida...

Por que criamos tantos mitos e paixões?
Por que simples mente não vivemos?

Sabe-se lá...
A vida vale a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário