terça-feira, 5 de abril de 2011

O que busco?

O que eu busco?
Quando sento para pensar na vida, tenho muitas questões. Uma das mais recorrentes é o que busco?
Quase nunca chego ao fim da reflexão, pois acabo por devagar em círculos. Nunca consigo pensar só numa coisa, sempre pego o gancho de outras coisas. Afinal o que busco? Fugir do ócio, do medo, da vida? Essa pergunta me desnorteia. Embaraça minhas ideias. Acho que não é bom pensar nela. Será e se pensar no que não busco, talvez encontre algo que busco. Bem não busco riqueza, não busco luxúria, não busco poder, será? Não busco a ignorância, não busco problemas, não busco desarmonia, não busco o sol do meio dia. Não busco ficar sem ler... Eu não busco morrer.
É não adiantou muito. A vida sempre tem seus problemas, às vezes muitos, às vezes poucos, mas estão sempre presente. Não seriam esses problemas ausência do que necessitamos. Já sei, busco resolver todos os problemas que assim estiverem ao meu alcance. Busco resolver o meu problema financeiro, de relacionamento. Sei lá queria ser como a água que tudo toma forma e assim se acerta com tudo. É busco viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário