quinta-feira, 10 de março de 2011

Vício

Tomo o chá, terere e o que sinto? Sinto o líquido gelado amargo que refresca minha minha mente, macula meu calor, meus dissabores. Sinto um breve alívio. Meu corpo me sente bem. Ao sugar o terere, ao sentir o leve sabor amargo e gelado, minha mente brevemente se atem a sentir o sabor, se desvencilha, se desprende dos pensamentos e neste momento, neste brevíssimo momento sou pleno em mim mesmo, me sinto conformado. Não seria isso um vício? Em que isso diferencia de tragar um cigarro, um xara, um gozo numa relação sexual? Será que todo mundo não tem um vício, não seria esse momento que sentimos plena fortemente humanos? Será que todos não temos nossos vícios. E somos tão peculiares que temos fontes diferentes de preenchimento nossos desejos? Dai o conheça a ti mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário