quarta-feira, 10 de novembro de 2010

dia

Quando acordei, afoguei-me em angústia, dúvidas que me preocupam, que assolam o meu ser.
Então resolvi ficar em casa. E assim o fiz. abri a janela. A luz do sol, o frio, o canto do passarinho entraram no meu átrio. Fizeram-me sorrir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário