terça-feira, 24 de maio de 2011

Rua

Escuras as ruas se esvaziam,
só o brilho da lua e das estrelas
ali alumia o escuro da noite
que enche toda a rua.
A rua Felizberto
cheia de árvores
que fazem sombra
que acalmam
e esfriam
a quem passa.
A noite fica vazia
escura e fria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário