domingo, 6 de novembro de 2011

O som da tarde

Ouço as aves cantarem,
o vento se debater contra
as folhas. Também ouço
a tarde chegar.
Esta chega como criança
diante do diferente, tímida
e quando menos se espera
se doura com a partida do sol.
A tarde guarda muitas coisas
para mim, oculta os meus medos,
mais que as outras horas...
enquanto isso fico quietinho
no meu quarto.
Ouvindo o som da tarde,
e saboreando a luz da tarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário