sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Cabalistica


Hoje é sexta-feira, até ai nada demais, afinal é só mais um dia na semana. Todavia hoje é 11 de novembro, mês 11 do ano, não é muita coisa, afinal, é só mais um ano. No entanto estamos estamos no ano de 2011. Pra mim a coisa muda completamente de figura, afinal data semelhante, só acontece de século em século. Uma amiga minha, Letícia Garcia, falou que se tratava de uma data cabalística. Pensei que palavra bonita, mas qual o significado desta palavra. Consultei o dicionário onde fiquei sabendo que significa algo oculto, misterioso. Que bacana pensei. E foi mais um motivo pra matutar. Acho que essas datas cabalísticas, minha nova aquisição  uma palavra, sempre me encantaram. Lembro de algumas datas destas, umas das quais até comprei um livro 7-7-2007. Acontece que tanto número um, nunca tinha visto 11-11-11. A última vez que aconteceu essa data cabalística foi a um século atrás, nem os meus avós haviam nascido. Acredito que para os meus bisavós essa data não tinha significado algum. Como posso saber, se nem alfabetizados eles eram, como podia expressar algo. Acho que naquele tempo, a o sentido da vida se restringia a luta para sobreviver, já que o nordeste não oferecia tantos recursos, talvez se fossem alfabetizado, hoje teria alguma memória escrita num papel. Mas isso não aconteceu. Até ai a geração dos meus bisavós e avós já passou para o mundo da maioria. Refleti ainda que se para o tronco de minha geração, essa data não tinha significado algum, me espanta que meus data não faz muito sentido. Por que? Creio pelo fato que só lembranças ou dos fatos que precisamos ou por meio de certas fontes que para ter acesso faz-se necessidade de conhecer as letras, as palavras, os contextos e como meus meus pais não desenvolveram o hábito da leitura, suas memórias estão muito restritas ao cotidiano. As lembranças das gerações de meus familiares eram encerradas com seus corpos em suas covas ou dissolvidas quando eles partiam para lugares distantes de seus familiares. Ao que parece essa situação era muito comum as pessoas naquele tempo.
Essas reflexões causam me uma certa tristeza,  no entanto, fico feliz pela oportunidade que me foi dada. Abracei-a com toda força. Creio que na próxima que ocorrer uma data tão cabalista não estarei mais vivo, talvez meus netos. Já terei sido reciclado pela natureza. No entanto, meus netos terão poderão ler essa simples reflexão, terão ciência de que neste mundo, seus antepassados viviam, sem nada dessas tecnologias, nem por isso sucumbiam, eram muitas vezes mais felizes, embora muito sacrificados pela vida, e é um tempo não tão distante. Talvez eles leiam esse pequeno texto. Isso mesmo estou falando com voce. Saiba que na vida tudo são possibilidades, e a vida é curta, e que datas cabalísticas  como esta são raras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário