sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Sono

Cansado
busco na cama
um afago,
e logo apago,
caio nos sono,
mergulho nos sonhos,
e minha alma foge,
viaja quem sabe pra onde,
As vezes descanso, as
vezes me espanto,
não me encontro,
então acordo
revigorado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário