terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Fim da tarde!

No fim da tarde,
quando as horas do relógio apontam ser noite,
mas o sol teimando em negar,
uma chuvinha caiu
e minha mente refrescou,
o dia foi tão quente e azul,
o sol não parou de reinar
e agora essa chuva
caiu como uma luva,
pra refrescar o calor,
o fim do dia,
foi lindo como uma poesia,
nem triste, nem com alegria,
simplesmente o fim do dia,
se entrega a noite
umido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário