quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

através da janela

Olho através da janela,
folhas verdes e flores amarelas.
Soa através da janela o latido dos cachorros, as vezes o canto do sabiá.

Onde andará o sabiá?

Será que voltará no outono ou na primavera,

venho sentindo falta de seus cantos faz alguns dias.

Seu canto sempre soa tão cedo da madrugada.

Será que foi um gato que o espantou? bem não vejo gatos aqui só cães.

Ah janela, como fede a bosta desse cão preto de nome estrela.

Nossa falta algo pra compensar.

Flora magnolia.

Através da janela quero sentir tu exalar teu cheiro de noite,
de dama da noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário