quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Radio

Ouço tantas coisas, pouco comento, fico calado, pois o silêncio muitas vezes é a melhor resposta.
Ouço tantas coisas que o rádio transmite, mas prefiro ficar calado, não enviar mensgem por sms o email.
São tantos absurdos, robalheira na política até parece que aquilo me interessa.
Na verdade não sei se me interessa, talvez sim. Acho que estou viciado em reportagem, em querer ver esses ladrões que são eleitos pra representar o povo, ferrados.
Imagina que não aporto nenhuma mensagem aos meus colegas de trabalho, pois não sei como informar, como transmitir essas informações. Na maioria das vezes não me inflamo com tantas informações, eu simplismente deleto, mas imagina gosto de ouvir esses jornalistas falando já sei o nome e o horário que eles trabalham. As seis horas Barbieiro entra no ar muito bom ouvir suas críticas isso na CBN. Na Band news um carinha que não lembro o nome pois acho ele um chato, mas que ele informa notícias locais de São Paulo quando são 7h em ponto entra Boechar da-lhe sua cacetada, na maioria das vezes gosto dos seus comentário, as 7:30 Milton Blay de Paris. Laura Ferreira fala do tempo. Coni, Checheu comentam as 7:45 na CBN, enquanto Macaco está de férias ouço os comentários deles.
Carlos Sadenberg, Viviane Sandonato, Renato machado depois do meio dia. Monica Bergamo, Megalha, Juca Quifure e entrevistados. Que trabalho bacana, passar o dia sentado dando opiniões e construindo informações, mas é muito complicado.
Bem não sei como usar essas informações descomplicadas pelos jornalistas, só sei que me fazem muito bem. É através dos jornais que me oriento no tempo e passo meu tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário