quarta-feira, 13 de maio de 2015

Pensar

A cada instante que se passa
Não sei se percebo algo sutil,
O tempo passa e no passar do tempo,
Pequenos eventos se sucedem,
Totalmente desconhecidos,
Ou de certo previsíveis,
Mas desiguais, completamente novos.
Paro pra perceber o mundo,
E não consigo porque minha mente
Não para de pensar,
De associar, de se relacionar com o meio...
E quando me desprendo dos sentidos,
Fujo do tempo de tudo...
Outras memórias,
Pensar o impensável,
Que acontece no momento presente.
Mais nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário