segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Sonho

A vida uma poesia,
Ao sonho a paciência
De poder aguardar e realizar,
Ou esquecer!
Tudo é ilusão depois de vivido,
E desejo e paraíso pelo não merecido.
A brisa da noite canta
E me faz dormir
E me faz sonhar,
E me faz ser quem sou,
Pois tudo é emprestado
E passagueiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário