terça-feira, 18 de outubro de 2011

Vida de sanhaçu


Os sanhaçus ficaram numa alegria o dia todo,

num voar de cá pra lá, vinha e ia sem parar,
numa alegria a cantar e comer e tudo isso
por deixa-lhes de graça uma banana e
a metade de uma manga.
Da banana cedo não quis provar,
só quem quis foi o pacato sabiá,
mas os sanhaçus nem deram
a mínima.
Já está escurecendo,
a manga acabou e a casca
o vento levou
só sobrou mesmo a banana.
O sanhaçu ainda canta.
Chegou e viu que tinha apenas
a banana, nem ai,
come e canta numa alegria,
eita vida boa de sanhaçu
é só voar, comer e cantar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário