sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Ser feliz

Ir para longe das coisas que a ti são de costumes, quebre a rotina. Abandonar tudo que for velho e encarar o novo. Aceitar o desafio que a vida nos dá a cada dia, sobreviver e aprender, pois cada um dia que vivemos, pode ser o último. Aceitar essa realidade, muitas vezes, o fazes viver melhor, pois a partir desta poderemos conhecer e viver muitas coisas novas tais como lugares, pessoas, línguas, culturas, paisagens e hábitos tendo assim novas formas de viver e ver o mundo. É importante se isolar, desconstruir tudo que construiu e esvaziar a cabeça, quando tiver tudo absolutamente vazio será a hora de se reconstruir em novo ser, metamorfosea-se parte por parte. Aprendendo só com o mundo a amar e valorizar a vida. Aprender que muitas vezes o mais importante na vida é se manter vivo e aprender a ser feliz com o que se tem. Muitas vezes não percebemos o quantos somos sortudos, pois a vida é uma eterna competição, adequação e adaptação ao externo. Portanto paremos para perceber que temos um corpo e uma mente brilhante, mas que não aprendemos a dominar, não nos apropriamos para fazer uso destes. Passamos a vida reclamando. Se não mudarmos, não seremos feliz enquanto não aceitarmos nosso estado atual, de condição humana, e enquanto não passarmos por cima das dificuldades que vem a nossa frente. Não aprendemos a pensar, refletir, orar e viver. Aprendermos a crescer e para isso é tão simples só precisamos conhecermos a nós mesmos, aceitarmos nossas fraquezas, mas por cima de tudo sempre buscar dar a volta por cima e construir algo que nos faz feliz. Nascemos para a felicidade, porém aprender a ser feliz custa caro, pois requer muito tempo e desejo de viver. As fontes para isso são orações, convicções e paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário