domingo, 7 de junho de 2015

Grandes enganos

Viver,
Quantos enganos,
Quantos beijos de paixão,
Já vivi o amor?
Grandes e pequenas descobertas,
Uma busca incessante,
Vida errante,
Inútil buscar,
Tudo que sei foi por errar,
E o que sei?
Nada...

Enchi minha vida de doces memórias,
E vejo o tempo passar,
Vejo minha pele enrrugar...

Grandes enganos,
Viver sem ser... sem ter.

Viver.


Nenhum comentário:

Postar um comentário