terça-feira, 2 de abril de 2013

Unir

Isso aconteceu a muito tempo.
Numa fazenda muito grande e rica havia um maravilhoso pomar onde se encontravam as mais doces frutas das mais vigorosas fruteiras. Foi ali sob a palmeira que um casal de maritacas se conheceram. Foi engraçado porque aquela linda maritacazinha estava com uma maritaca esquisita. Elas pareciam serem amigas. Então a maritaca macho ficou amigo da maritacazinha jovem.
E eles se conheceram e ficaram amigos e namorados. E tudo que iam fazer era juntos. Voavam de lá pra cá. Voavam e ficavam nas praças namorando. Eles se gostavam tanto. Um cedia seu tempo para o outro. E ai vieram os amigos e ai vieram as conversas. E aquele casalzinho já não faziam coisas juntos. E cada vez mais faziam menos coisas juntos. E cada vez mais aparecia mais diferenças. Mas mesmo assim estavam juntos. Depois eles tiveram que mudar de cidade e a coisa ficou mais difícil... Depois de tanto vivido juntos. Ah, a distância e as diferenças...
As maritacas voaram para longe. De coração partido...
Falta tanta coisa na vida. A vida é tão complicada. E viver sozinho é tão ruim. Se viraram legal.
Mas por que as coisas tem que acabar.
A vida é tão ingrata.
Na fazenda não podem mais voltar.
O que resta? O horizonte, as saudades...

Nenhum comentário:

Postar um comentário