segunda-feira, 26 de março de 2012

Tarde ociosa

Coqueiros e carnaubeiras
que anunciam o vento
do nascente.
Vejo o brilho em suas folhas
a acenarem
para o vento.
Passa tempo,
passa vento.
As vezes me cansava
de ficar te olhando,
não sei o que estava
esperando.
Que o vento chegasse?
Carnaubeiras e coqueiros,
no árido chão
é preciso ter paciência
nessa vida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário