quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Setembro

Setembro,
A lua está crescente,
as noites são tão claras e estreladas,
Vi a lua em roma,
Vi a lua no Ribeirão,
lua crescente, parece a mesma lua
que alumiava o meu sertão,
acendia todo o vale...
Setembro os dias são tão largos,
com manhãs tão hamoniosas
ao som das aves, latidos dos cães,
e as ruas perfumadas de flores,
creio que nunca senti tanta coisa,
uma sensação boa que enche meu coração
de esperança.
Setembro, 2011,...
logo o ano vai passar,
alguns dormirão,
outros seguirão a vida.
Setembro, quinta-feira,
na rua faz poeira,
o vento sopra forte,
assobiando nas janelas,
bulinando com as árvores....
tudo isso em setembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário