terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Rock

Acho que, sem dúvidas, uma das melhores bandas do Brasil se chama Skank. Talvez seja porque é uma banda do meu tempo ou talvez simplesmente seja porque suas músicas definem meus sentimentos.
Desde adolescente que ouço e danço e me sinto feliz ao ouvi-los. Já foram tantas músicas que me perdi na concha do tempo. Minhas memórias voltam até 1996 quando com 17 anos já ouvia e sentia que Skank tocava para mim.
Talvez não tenha tido muitas paixões de verdade, mas todas que tive eu vivi ao som de Skank.
Ouvia no início, no meio e no fim do relacionamento.
Chorei deveras com a música "Acima do Sol".
Vivi e devorei seus CDs todos cada um.
Todavia, "Sutilmente" é a minha música favorita.
Nem sabia que era uma música de 2008, mas a mim é tão recente.

A harmonia do dedilhar do violão, o arranjo musical e a voz perfeita de Samuel.
Cada frase arranjada para que um amor nunca se acabe.

Então, sozinho ouço essa música repetidas vezes.
Só para que esse amor nunca se acabe.

Disseram-me que Lulu Santos era bom, não discordei, mas não tive a oportunidade de ouvi-lo acompanhado.

Cidade Negra é uma banda maravilhosa sempre me emociono ao ouvir onde você mora.

Tim Maia é maravilhoso...

Paralamas me lembra amavelmente minha chegada em Natal.

Frejat ao cantar Segredos me faz viajar na imaginação, mas não tenho dúvidas que já encontrei esse amor e ele passou.

De Legião Urbana bom são tantas músicas maravilhosas me perdoe todas elas mas Via Láctea sempre me conforta...

Os Engenheiros do Havai que todos os meus amigos amam e por isso amo também, me faz lembrar as primeiras cifras daqueles que arranham o violão, adolescentes cheios de sonhos e de pulsação;

Tudo que queria ouvir e viver era "Vamos fugir" de Skank...

Por isso vou ficar aqui quieto.

Amanhã é um outro dia,
Quem sabe não fugiremos...

O destino tem o costume de pregar peças que nunca entenderemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário