terça-feira, 12 de março de 2013

Tarde primeiras horas

Meio dia,
O dia cai na tarde,
A manhã suave já passou.
A brise que agora passa
é brisa da tarde...
Aves em silêncio,
Folhas a bailar,
Até a flor descansa
o seu doce odor.
Agora é tarde,
Agora é tarde,
E numa tarde,
numa jovem tarde,
até a natureza relaxa e descansa.
Cochilam meninos,
adultos e idosos.
Nenhuma borboleta
voa perdida,
nada nada...
só um breve cochilo
alcalino,
mais nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário