sexta-feira, 22 de junho de 2012

Mundo subjetivo

Não há como está no mundo sem senti-lo.
Sentimos que o mundo nos toca nos toma por dono.
Cremos que temos algo no mundo
e sossegamos em nossa jornada
parando aqui ou ali.
O mundo não nos é revelado por inteiro
e vivemos na ilusão de conhece-lo.
Conhecemos um pouco hoje,
um pouco amanhã.
E o tempo passa sem que percebamos.
As coisas são coisas e não nos revelam isso,
mas as pessoas que conhecemos
essas sim estão constantemente mudando.
Crescem, envelhecem e desaparecem na eternidade.
Posso sentir o mundo,
mas sem memória o que é o mundo
para quem muito viveu?
Não temos a mesma empolgação de conhecer o mundo...
Podemos apenas sentir o mundo,
mas o mundo é muito subjetivo
e nós por demais egoístas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário