quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Parabéns irmão!


Na vida, algumas pessoas têm mais sorte que as outras. Algumas nascem órfãos, enquanto outros além de terem seus pais, tem ainda um irmão mais velho. Que, de certo são braços, faróis, suportes e porque não anjos? Meu querido irmão, Rosembergue, desde sempre foi tudo isso para todos nós sob o teto de papai e mamãe. Desde muito cedo quando começou a trabalhar, aprendeu o valor e a importância das coisas, do amor, do respeito e da generosidade com que se deu a família. Mal se tornou de maior, se pôs adulto, e foi embora para terras distantes, seguindo a sina de um retirante. Com 19 anos chega a São Paulo, tinha apenas 10 anos ainda, e desde então nosso contato se dava através de carta, de telefonemas semanais. Foi dele que recebi a primeira ligação telefônica na TELERN da serrinha. Nos primeiros anos de vida só no novo lugar, distante da família, dos amigos e até mesmo de tudo que conhecia teve que se adaptar à nova vida que se resumiu a trabalho, intermitentes. Para si, mas principalmente para ajudar em casa. De certo foi o nosso grande pilar nos grandes anos de seca. Uma grande doação de vida pelos outros. Não tem como não reconhecermos. Até hoje, desconheço quem não goste e não o admire. Esse grande homem que hoje completa mais um ano. Dos seus 47 anos, mais da metade se sua vida se deu em terras distantes. Parabéns meu querido irmão. Saiba que é em sua simplicidade um dos meus maiores exemplos de vida, muito embora as palavras entre nós seja muito poucas, mas nosso amor está nos gestos, no carinho, no respeito e na cumplicidade sanguínea.

Um forte abraço e Parabéns!

Nenhum comentário:

Postar um comentário