quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Persona

Tudo que nasce um dia morre.
Todo que é novo envelhece.
O tempo é o espaço entre esses dois pontos...
Não sabemos exatamente que ponto é o momento final, ainda bem.
Pensar sobre isso é perca de tempo ou não.
Nesse espaço ocupamos um espaço material,
Mas não estamos possivelmente fisicamente presos a nada,
Ou algo nos prende?
Nossa forma de viver... como aprendemos a ser.
Podemos ser diferentes?

Nenhum comentário:

Postar um comentário