quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Desconfio

Penso... Penso. Vivo pensando, mas pensar... Deixa pra lá.
O mundo parece oco ou serei eu?
Dias contentes,
Dias felizes,
Já fui mais ou menos feliz, mas que isso importa?
Que importa é o agora e num desses agora partirei,
Partirá...
Nem perceberemos, ser unidade é isso, a impossibilidade de plenitude...
Foi o acaso que me fez.
Será que sou o que sou?
Desconfio que talvez.
Um dia descubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário