terça-feira, 5 de abril de 2016

Reproduzir

Uma manhã,
Uma mata,
Tudo parece estático,
Exceto a luz do sol,
Exceto as plantas e as bactérias e os fungos,
Exceto o que é vivo...
Uma cigarra voa para a boca de uma lagartixa,
Ramos se movem,
Através da mata a mata,
Tudo pode fazer sentido,
Ou ser um caos total.
Que sabe?
Quem sabe qual será o último momento?

Nenhum comentário:

Postar um comentário