quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Quem sabe

Onde vou?
Onde estou?
Eis que cai a tarde,
E sinto uma breve saudade,
Porque o tempo passou
E levou de mim,
Tantos momentos
Não vividos,
E os vividos
MUITAS
vezes não fiz valer a pena,
Mas quem sabe haverá um amanhã
E tudo poderá ser diferente.

Um comentário:

  1. Ao retornar a sua página, deparo-me com "Quem sabe"...
    Vou levar para mim, permita-me! Amei...
    Grande abraço amigo!

    ResponderExcluir