terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Apreender

Os dias que se passam,
Passam suave, agitados,
Loucos, em bonança...
Eis que passam, sempre...
E o que nós parece novo
Pode ser velho para o outro,
E assim pode ser o inverso.
O tempo, somente este tem algo para nos ensinar,
E nos fazer experimentar,
E saber quão efêmera é a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário