terça-feira, 3 de novembro de 2015

Tentativa

Quão passageira é uma estação,
A primavera se enfeita de flores,
Se perfuma se enche de cores,
Depois as flores deitam-se no chão,

Tenho deitado flores pelo chão,
Tenho feito coisas que não deveria,
Tanta coisa nessa vida poderia,
Ter feito mais ou menos não?

Tentativas e mais tentativas em vão,
Ah, essa vida, essa vida cadê alegria,
Não sei, falta-me de longe expressão,

Mas a manhã tudo vai voltar a brilhar,
Sabe lá,
Sabe lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário