quarta-feira, 20 de maio de 2015

Revelar

A chuva quando cai de manhã,
Suave, suave, leves pingos,
Molhando a manhã,
Manhã de maio
Que passa e deixa o tempo marcado,
Enquanto a chuva deixa o mundo molhado,
Mais agradável, mais ameno.
Minha alma se enche de alegria,
A doce poesia que é o viver,
E sentir como os momentos se desenvolvem
E acontecem em nossa torpe existência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário