quinta-feira, 12 de março de 2015

Veríssimo

E os dias passam,
A gente se encanta,
A gente se esquece da vida,
Coisa boa não,
A gente tem que aprender a deletar e esquecer dos problemas.

A gente se entretêm com tanta coisa que até esquece de ler Veríssimo, mas como.
Que coisa professor,
As vezes fala minha chefe Rita!

Mas que coisa mesmo,
Esquecer a crônica de Veríssimo,
Vamos que fosse Da Mata que nem leio mais...
Mas Veríssimo, mas essa página que não abre.

Veríssimo com essa cara de menino levado, mesmo idoso.
E assim me disperso.

Boa noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário