sexta-feira, 13 de março de 2015

Cada um

A manhã que me desperta,
Me afaga,
A brisa fresca,
O canto alegre das aves...

Folhas levadas chiando no asfalto,
A lua prateada,
As brasas da aurora,

Shiva, Ganeshe, Buda, Jesus...

Fé, felicidade, fidelidade,

Esperança, riso de criança...

Somos além de tudo místicos,
Racionais e emocionais.

O que somos nós?

Não tem como compreender,

Então resta contemplar...

Particularmente, sinto-me feliz com coisas pequenas,
Canto de rolinhas,
Uma folha desprendendo do ramo,

Tudo e nada,

Se não sei para onde estou indo então por que seguir?

Se não sei o que quero o que querer?

O paraíso é aqui,

A paciência é a chave mestra de tudo...
Ou de nada,
Tudo é peculiar a cada um.

Nenhum comentário:

Postar um comentário