terça-feira, 3 de março de 2015

Amor!?

Santo Antônio pregava para o mar,
Na praia ele falava sobre Deus
E toda sua superioridade,
Ao menos é o que conta
Os sermões de Padre Antônio Vieira.

Às vezes aceitamos fazer coisas
Grandiosas, aceitamos de graça.

Amar alguém é algo assim hercúleo,
Grandioso simplesmente porque
Geralmente não se ama na mesma proporção
E como o amor é uma relação,
Comparamos e medimos e pesamos
Se a relação vale a pena ou não.

Será se saberemos um dia se valeu a pena?

Como saber senão se entregar ao amor.

São tantas as vertentes a serem analisadas,
Eis ai o grande erro: analisar...

Toda e qualquer forma de amor tem que ser incondicional,
Senão não é amor.

Na verdade não sabemos o que é o amor até que se passa
Alguém que nos mostra...

Mas isso tudo são suposições de um romântico,
E os românticos distorcem muito as coisas
Em favor do romantismo.

Um comentário:

  1. É simplesmente isso e acho que não é suposição, o amor, em qualquer da suas formas tem que ser incondicional.

    ResponderExcluir