terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Aprendendo

Sinto-me feliz quando percebo algo maravilhoso na natureza,
Quando vejo as ervas se cobrirem em flores e se derramarem em sementes,
Ou o capim seda com seus frutos pálidos estão sendo dispersos pelo vento,
E a tarde cai seca e bela...
Meu peito enche de alegria,
Ao fim de cada dia,
Ah, quem dera descrever a beleza da natureza feito Tolstoi.
Mesmo sem tanta classe,
Sigo vendo o mundo com tudo que há de mais belo...

Ver a erva derramar sua vida em sementes,
Ver as coisas mais simples,
Capim seda secando,
As aves em silêncio aguardam a noite,

Um riso amigo,
Um cumprimento,
E a vida existindo,
Partindo bem devagar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário