segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Canto encantado do sabiá

Outubro chegou,
O ano se finda,
As plantas perdem as flores
E se cobre de flores,
Logo mais virão as chuvas de verão,
E os sabiás voltarão a cantar,
Voltarão a cavar o jardim,
As magnólias florescerão...

Memórias de Barão, Campinas,
Unicamp...

Saudades dos sabiás,
Da terra vermelha molhada,

Bom, as vezes lembramos do passado,
Das coisas boas impressas em nossas almas.

Mas como dizia o velho Heráclito
"Não se banho no mesmo rio duas vezes".

Talvez a pessoa habite potamus,
E não percebe sua beleza,
Talvez nunca aceitemos a realidade,
Porque somos idealistas demais para aceitar a realidade,

Canta sabiá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário