quinta-feira, 10 de julho de 2014

Eternidade do tempo

Caem as estações,
Caem as manhãs,
Caem as tardes,
Caem as noites,
Caem as horas,
O tempo sempre a passar
Independente,
O tempo sempre novo,
Infinito presente em todas gerações,
Tempo que se renova em cada ser
Que nasce, que acorda.
O tempo presente entre as estrelas,
Entre as lua,
Presente entre tantas e tantas gerações
Que encerradas dormem para a eternidade.
Sozinho, nascemos e partimos.
Cada um com sua solidão,
Cada um com seu universo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário