segunda-feira, 21 de abril de 2014

Triste tarde

A tarde está pálida, cândida tarde.
O céu azul celeste pálido.
Dia após dia o encontramos na vida,
Uma tarde pálida se um riso,
Átrios vazios,
Preocupação...
Solidão...
Que tarde pálida e quente
Que logo há de passar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário