terça-feira, 1 de abril de 2014

Plenitude revelada

Desperta a manhã feliz,
Flores desabrochando,
Aves cantando,
Tenro calor,
A luz quebra a escuridão,
As as cores e as formas são reveladas.
O universo se amostra pleno,
E a vida palatável...
Canta roxinó,
Canta cambacica,
Cantem aves...
E este canto ecoe em  minha alma,
E o dia independente de tudo,
Seja pleno,
Seja pleno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário