sábado, 19 de abril de 2014

Agora tudo se vai

A noite,
A lua minguante,
A brisa ululante,
O canto do grilo,
O corpo indisposto,
Nuvens passam devagar,
Se arrastam suavemente,
Olho para a lua,
Com seu brilho prateado,
Nunca olhamos para a lua com o mesmo olhar.

Cada noite é impar,
Hoje, agora que delícia esta noite de lua,
E hoje o dia foi tão lindo,
O sol, o mar e o céu azul.
Agora tudo se vai,
Serão apenas sonhos,
Será apenas sono,
Mais nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário