quinta-feira, 13 de março de 2014

Questões de um destemperado

A noite fresca,
Janelas aberta,
O cheiro vivo da chuva,
O silêncio.
Coisas inimagináveis.
O amanhã,
O ano que vem.
O ano que passou.
O tempo como um rio
Escorre sempre no mesmo sentido.
A noite meus pensamentos
Que se construíram
E sumirão na calada da noite.
E a felicidade onde está?

Nenhum comentário:

Postar um comentário