terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Alma, tempo e vida

A hora que se passa no relógio,
O sangue que segue entre artérias e veias,
A luz que acende o olhar,
A brisa soprada do mar,
A música decifrada das notas,
A intuição a guiar nossas ações...
Nosso ser nossa constituição,
Nossos impulsos e desejos e reflexos,
O eterno vir a ser,
O desejo de melhorar,
O tempo a nos consumir,
O sangue a nos alimentar,
Entre nossa hora primeira
E nossa hora última nosso movimento,
Nossa história, este eterno devir,
Que se precipita na morte,
Mas enquanto ela não chega,
Viva de maneira cada vez melhor,
Aceitando a hora,
O rios que correm em seu corpo
E que aquece sua alma...

Nenhum comentário:

Postar um comentário