terça-feira, 13 de agosto de 2013

Profunda noite

É noite profunda.
O céu estrelado,
O frio da noite nos envolve,
E nos faz sentir medo do nada.
A noite profunda
Muitas vezes é o nada.
Ausência de movimento,
Ausência de tanta coisa.
Grilos cantam,
Maquinas refrigeradoras
Trabalham.
E a noite cai
Para se derramar na manhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário