sábado, 3 de agosto de 2013

Climax

Já é tarde, embora a tarde pouco avançada depois do meio dia. O sol brilha em sua maior intensidade.
A natureza toda está recolhida. O silêncio só é quebrado pelo chiado de folhas que se quebram a cada passada. No horizonte podemos ver o tremer do vapor. Tudo está tão vazio. Meu peito vazio, o mundo vazio. Calor! Viver este momento belo, mas de peito vazio é tão difícil. Saudades? Deveres, sigo caminhando como a tarde vai partindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário