terça-feira, 9 de julho de 2013

Questões diurnas

Por que às vezes o dia se arrasta?
Enquanto seus extremos são tão fantásticos?
O primeiro e o segundo aurora me alegam muito.
Quando desperto e ouço o canto das aves
e quando o sol se poe vejo as estrelas brilharem
suaves.
Às vezes a manhã parece ter voz,
Às vezes as estrelas parecem nos flertar.
Hoje a lua apareceu de leve,
só uma fraçãozinha sob vênus,
mais que encantadora.
Sei lá por que o dia se arrasta,
talvez seja pressa de ver a tarde partir,
sabe lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário