terça-feira, 28 de maio de 2013

Ser o que sou

"Querer ser o que sou, eis a liberdade que me resta".
                                                   Jean-Paul Sartre

Quem sou eu?

Sou tudo e nada.
Sou tudo que me cerca,
sou tudo que retenho,
Sou uma manhã nublada,
sou uma manhã uma manhã de chuva,
sou uma manhã ensolarada.

Sou o meio dia,

Sou a tarde de chuva,
sou a tarde de calor,

Sou o fim de tarde

e sou a noite...

Sou a esperança
que tudo isto
volte a acontecer,
mais e mais vezes,
sem me desiludir da vida,
me desiludir por aqueles que partem
e nos deixam,

Com o tempo percebemos
que nossos pais e avós não sabiam tanto
e que somos ignorantes,

que não ver a beleza
no nascer e por do sol.

Não vemos a beleza de ser quem somos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário