quarta-feira, 22 de maio de 2013

Concerto

Minha mãe que já é idosa e mora com o meu pai lá no interior do sertão potiguar. Todas às vezes que ligo para ela sempre há notícias tristes. Ouço sempre notícias ruins sobre doença e muitas vezes morte. Estas notícias me deixam triste e muitas vezes abalado.
Com o passar do tempo estas notícias estão cada vez mais frequentes. Quantas pessoas queridas e não queridas, conhecidas partiram.
Aquele lugar onde vivi toda minha infância já não existe como foi, os lugares se desfizeram, as pessoas dormem na eternidade. Todavia as minhas memórias continuam com aquelas pessoas e aqueles lugares.
Aqueles invernos que faziam nosso quintal se povoar de ipomoeas e commelinas de flores azuis, que me permitiam caminhar no chão úmido.
Eu caminhava firme em direção dos meus sonhos.
Mas agora tenho que me reconstruir e tentar aceitar a realidade e ver as outras belezas do mundo.
A beleza de ver meus pais idosos, as crianças hoje adultas e ver o fim da execução de um concerto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário