terça-feira, 16 de abril de 2013

Mendigos

Eles estão pelas ruas ou nas praças. Alguns fixam em lugares onde encontrem abrigo, outros montam barracos. Que são estas pessoas desconhecidas? Andam por ai em busca de algo que lhes valha centavos, se alimentam de resto de comida, de lixo. Andam sujos aos trapos com um cheiro forte de gente sofrida. Alguns encontram conforto naquilo que lhes consome, na droga.
Quem são esses de chagas abertas mal curadas que não tem vergonha de defecar ou se masturbar?
São pessoas, mas que se parecem com bicho sem dono.
Quem são estas pessoas de olhos vermelhos? Pessoas de mau hálito...
Tenho certeza que são seres humanos marginalizados pela família, pela sociedade, por mim.
E as ruas e as praças são as paredes e o céu o teto destas pessoas.
Sim são pessoas, são humanos, são brasileiros. Eles falam português brasileiro, são filhos da grande pátria, nossa nação brasileira. No Brasil, rico país, também há muita miséria nas ruas e praças...
Há muito preconceito...
E o que falam? Por que são tão mal educados, falam tantos palavrões? São tão fortes na fala, mas seus corpos magros revelam sua pobreza material e física.
Sim eles estão por ai, com seus sacos, carrinhos de bebê ou de supermercado carregando seus andrajos.
Quando era pequeno na cidade pequena não via isso, mas sabia que existia nas grandes cidades.
Drogas, loucuras, desapego!
Mendigos são seres humanos. Gente marginalizada.
Por que não fazemos nada?
Um velho ditado diz que uma andorinha só não faz verão.
E para onde vai o dinheiro de nossos impostos?
Vão rio abaixo suprir os bolsos dos políticos...
Mendigo vota?  

Nenhum comentário:

Postar um comentário