sábado, 27 de abril de 2013

Ir

Quando você partiu,
algo em nós se dividiu.
Você foi para longe do meu olhar,
eu queria, mas não podia te beijar,
Eu queria suavemente te tocar.
Quando caia a noite você não estava lá,
só podia imaginar através da lua,
através das estrelas,
através das flores!
Quando te encontrava,
meu sol brilhava mais intenso.

Quando você decidiu partir,
e quando você partiu,
tantas coisas entre nós ruiu!

Minhas noites,
meus fins de semana,
tudo também partiu.

E eu não sei o que fazer,
e eu não sei como viver,
só.

Ocupo meu tempo
que se esticou
com o ócio.

Flores murcham sobre minha mesa.
E o tempo passa,
e tudo passa.
Talvez, sempre talvez...
Eu aprenda algo,
com a sua partida
com a minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário