segunda-feira, 11 de março de 2013

Metamorfoses da vida

Acordar e ver o sol ou a chuva.
Sentir-se vivo.
Sentir a brisa da manhã
ou o calor do sol radiante.
Ver o vento abanar a copa das árvores,
a abelha visitar as flores.
Sentir o aroma de flor
ou do lixo que também existe.
Poder ir onde quiser por si.
Delicia-se de qualquer coisa
que mate a fome.
Cada segundo é raro,
cada segundo nos faz falta.
Viver tem que ser com prazer
ou com dor...
Viver é mais importante.
Mesmo que às vezes não valha a pena,
Tudo passa, hoje estamos vivos,
amanhã quem sabe?
Os campos elísios
estão cheios de magros,
sábios, leais... todos mortos.
Viver é um conjunto de possibilidades.
A cada manhã que vejo,
a cada manhã que vivo,
tudo pode mudar,
par bem ou para ruim.
Mas tudo muda a todo instante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário